Se liga!

by - quinta-feira, maio 21, 2015


Arte e ciência sempre estiveram lado a lado. Desde os primórdios do desenvolvimento humano e da constituição da humanidade tal como a temos hoje, o homem sempre dedicou-se a essas duas tarefas como formas paralelas e interligadas de explicar e interpretar o mundo, consequências diretas de duas das características mais particulares e singulares do organismo humano: o pensar e o criar. 

No entanto, com o enobrecimento das tecnologias e as revoluções econômicas, industriais e também políticas decorrentes, a ciência e a arte foram desmembradas como partes divergentes de um mesmo princípio, e enquanto a ciência decolava, a arte foi marginalizada e oprimida enquanto meramente contemplativa, estética, irracional. Criou-se uma barreira: ciência para um lado, arte para o outro.

A exposição "Se Liga!", apresentada no Centro Cultural Banco do Brasil até o dia 25 desse mês (corre, tá acabando!), vem justamente para dialogar com esse processo e propôr uma reunião entre arte e ciência, modais que na realidade nunca estiveram completamente desmembrados. 

Através de obras de mais de 20 artistas entre nacionais e estrangeiros, a amostra se torna uma verdadeira experiência lúdica, sensitiva e intrigante, que aborda diferentes áreas da ciência e as suas relações com o mundo em que vivemos e a forma como o vemos.



Por meio de uma sequência apresentada em três salas (que seguem uma ordem lógica), o visitante é convidado a retomar antigas ideias e conceitos já trabalhados em sala de aula (como as leis matemáticas e físicas, por exemplo), a partir de um diferente olhar. Para isso, a experiência toda se dá através da interatividade que contempla a maioria das obras, que possibilitam tocar, ouvir, ler ou até mesmo sentir e participar, de fato, da produção artística e (por que não?) intelectual.

Um prato cheio para as crianças e para os adultos, de todas as idades: é possível experimentar aromas e tentar descobri-los, produzir o seu próprio painel de linguagem, jogar um espécie de "adivinha" com filmes de ficção científica e até mesmo parar e simplesmente ler um dos livros antigos expostos na amostra. Uma experiência e tanto!

Painel de linguagem personalizado e a lupa que permite a leitura do livro de 2,5cm criado pelo artista Evan Lorenzen

E não para por aí: o visitante é posicionado, a todo momento, como parte integrante da obra. Isso possibilita descobrir, por exemplo, um livro de 2,5cm de altura que contém os maiores eventos da história da humanidade, ou ouvir o som do espaço através de um fone de ouvido. Tocar um meteorito de verdade, observar as relações de calor na pele através do toque e brincar com um ábaco são outras das experiências promovidas pela amostra, enriquecedora do ponto de vista artístico, científico e cultural.

A borboleta-monarca e a arte "científica" do americano Bedelgeuse

Além disso, a exposição também estimula o pensamento e a imaginação. Descobrir que a borboletas-monarca, por exemplo, migram todos os anos para a Califórnia no inverno e retornam para casa depois sem perder o caminho, demonstra como a natureza sempre tem algo a mais para surpreender e intrigar inclusive os cientistas mais competentes.

Ademais, a forma extremista como alguns artistas concebem essa simbiose de arte e ciência, também é explorada na exposição: é o caso do artista plástico brasileiro Eduarco Kac, que polemizou ao aplicar a descoberta da proteína fluorescente em seu coelho, chamado de transgenic artwork "GFP" Bunny", o que inevitavelmente estimulou debates quanto a ética da aplicação e os limites da arte.  

Vídeo filmado com câmera térmica e os coelhinhos de Eduardo Kac, o GFP Bunny

Outro ponto de vista abordado na exposição, aliás, supera tudo o que pode ser compreendido e/ou apreendido enquanto meio material: trata-se do infinito. Além do espaço, das galáxias e inclusive do tempo, "Se liga!" propõe uma releitura dos infinitos matemáticos, das variadas teorias marginalizadas inclusive pela ciência e os debates que persistem como não solucionados pelo meio científico: afinal, de onde viemos? para onde vamos? estamos sozinhos?

Além disso, a exposição também deixa em aberto diversas questões que, embora na maioria das vezes compartilhemos, acabamos por ofuscar por medo de cair na redundância, na petulância ou, e pior ainda, na loucura, provando que, sim, é imperativo questionar e interrogar o mundo que vivemos, e as perguntas são a fase primordial de todo e qualquer avanço científico. É preciso duvidar!

Curiosa e divertida, "Se liga!" é uma exposição para toda a família como poucas, e revela-se no fim mais do que um conjunto de atividades contemplativas e interativas: a exposição pratica o olhar, exercita o pensamento e sobretudo, estimula o "se ligar" tão em falta na nossa sociedade atual. Afinal, tudo está conectado, e com a ciência e a arte não poderia ser diferente.

Se liga!
Centro Cultural Banco do Brasil - Rua Primeiro de Março, 66 - Centro - Rio de Janeiro
Até o dia 25/05, das 9h às 21h (exceto às terças)
Entrada franca


UPDATE: O CCBB está participando da 13ª Semana de Museus, evento desenvolvido pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus) entre os dias 18 a 24 de maio em comemoração ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio). Este ano com o tema "Museus para uma sociedade sustentável", o evento propõe a articulação de diferentes exposições e debates em cima de uma tema específico, o que no CCBB se dá principalmente a partir de três debates realizados nos dias 20, 21 e 22 de maio. Confiram a programação completa aqui.

You May Also Like

1 Opiniões sobre