Do pão ao caviar em Santiago

by - quarta-feira, abril 20, 2016

Esse não é um post gastronômico comum. Na verdade, foge disso. Diferentemente das últimas dicas gastronômicas e turísticas que temos por aqui, hoje decidi compartilhar com vocês um pouco mais da real life: pequenos descobertas, comidas de rua, comprinhas de mercado e grandes redes que dividem espaço com restaurantes concorridos em nossas viagens.

Para começar, Santiago. Uma cidade tão diversificada, divertida e rica quanto deliciosa, do ponto de vista culinário.
Santiago tem muito a oferecer: em cada esquina, uma carrocinha de guloseimas, um mote con huesillos gelado, empanadas sendo fritas na hora. Descobrir a cidade é também se aventurar por entre essas vielas, experimentar os sabores locais, os restaurantes típicos, onde a família almoça todo domingo ou pede a pizza das sextas.

Isso significa sair um pouco do ciclo turístico tradicional, sim. Mas acredite: vale a pena! (e cada caloria!)


1. Chocolates Sahne-Nuss: Na minha opinião - e na de todos que provaram esse chocolate! - existe uma vida antes do Sahne-Nuss, e uma vida depois.
Isso porque o chocolate da Nestlé, produzido exclusivamente no Chile, é diferente de tudo o que já experimentei antes.
Com o gosto suave e nada enjoativo de chocolate ao leite (que, geralmente, nem gosto), a barrinha ainda vem com especialíssimas amêndoas por dentro, o que torna a experiência ainda mais gratificante.
Onde encontrar? Em todos os mercados, algumas barraquinhas nas ruas e no freeshop, claro!

2. Completo, Dominó: Os "completos" estão por toda a parte no Chile. São cachorros-quentes tradicionais, com um ingrediente um tanto quanto exótico para nós, mas muito comum - e adorado - pelos chilenos: o abacate. Além disso, para quem não curte, existem outras opções, que combinam o bom e velho hot dog com queijos, cebolas, batata frita...Enfim! E o Dominó é uma rede super tradicional, que faz muito sucesso com os nativos e turistas.
Até mesmo eu, que não como carne de porco, abri uma exceção para conhecer o lugar - que é praticamente ponto turístico, e está em todos os cantos da cidade.
Obs.: Não deixe de experimentar o suco de framboesa da casa, maravilhoso!

3. Empanadas e vinho, em casa: Ter a experiência de saborear empanadas quentinhas, no conforto da cama do hotel, e acompanhadas de um vinho delicioso é um dos maiores must de Santiago. Depois de um dia corrido e cansativo, quando o cansaço pesa mais do que a vontade de conhecer a night da cidade, vale MUITO a pena escolher uma empanada fria no mercado e esquentar em casa (se houver essa possibilidade), ou então comprar já pronta, pedir no serviço de quarto ou então - e por que não? - criar a sua própria. É bem fácil de encontrar empanadas na cidade toda, e os vinhos têm um preço bem amigo também. Fica a dica de jantar gostoso, barato e romântico.


4. Pizza Hut: Eu sei, vai soar bem estranho eu indicar uma rede de fast food norte americana para quem está em uma das cidades com mais opções gastronômicas das Américas. Mas acredite: depois de já ter esgotado a maioria dos restaurantes típicos e torrado grande parte dos seus pesos, tudo o que você vai querer é uma pizza quentinha, de boa qualidade, no conforto da cama do seu hotel.
E entre os vários delivery disponíveis na cidade, o Pizza Hut se destaca pelo preço e boas opções de combo. Vale a pena!

5. Queijos e vinhos na montanha: Se você tiver a oportunidade de fazer o passeio para Cajón del Maipo que eu indiquei aqui, não deixe de contratar a empresa VL3 Turismo. Isso porque, além do passeio, a empresa inclui no pacote um pequeno piquenique aos pés da montanha, com direito à vinhos, queijos e frios. Uma delícia! Ah, e sem falar que a vista é de tirar o fôlego, não é?

6. T.G.I.F.: Mais uma dica curiosa, mas que vale a pena. Conheci a rede norte-americana T.G.I.F. em Orlando e, desde então, me apaixonei. Toda vez que viajo e me deparo com ela, não perco a oportunidade de experimentar (foi assim nos EUA, Argentina e, agora, no Chile). Principalmente porque o restaurante oferece um dos menus mais acessível e simpáticos da cidade, com direito à entrada, prato principal e sobremesa. Para quem quiser relembrar as gordices norte-americanas, vale muito a pena. Recomendo a pasta com frango e camarões (bem parecida com a "Queensland Chicken & Shrimp" do Outback, aliás) e, de sobremesa, o Oreo recheado de sorvete. Ah, a limonada da casa é imperdível também!


Com tantas delícias, tenho certeza que vocês vão aproveitar Santiago da melhor forma possível.

Até o próximo post!




You May Also Like

0 Opiniões sobre