[receitinha]: falafel assado

by - quarta-feira, maio 31, 2017


Não sei vocês, mas eu amo uma boa árabe. Embora a origem do falafel seja controversa, a historiografia acredita que foi mesmo no Oriente Médio que esses deliciosos bolinhos de grão de bico, parentes do acarajé, surgiram. Há quem diga que o falafel é uma receita típica judaica, mas o Líbano também reclama a sua invenção. Sírios, iemenitas e egípcios se juntam ao coro daqueles que discordam dessa última versão, e assim a origem do falafel continua duvidosa na história da gastronomia oriental.

Mas verdade seja dita: isso pouco importa, sobretudo hoje, quando comidas de todo o mundo podem ser encontradas em praticamente qualquer lugar. Foi em Paris, aliás, que eu experimentei o melhor falafel da minha vida, no inesquecível Chez Marianne - concorrente um pouco mais rápido e igualmente delicioso do tradicional L'as du Fallafel. É que o Marais abriga a maior comunidade judaica de Paris e, por lá, os bolinhos de grão de bico já se tornaram praticamente ponto turístico. Impossível resistir.

Mas como a gente não pode comer um delicioso sanduba do Chez Marianne todo dia, restou a mim tentar preparar o falafel em casa. E de preferência, de uma forma mais saudável, sem frituras. Depois de algumas tentativas frustadas - não vou negar -, eis que finalmente consigo preparar os primeiros falafel, deliciosos e de forno. Quer saber a receitinha? Então olha só!

- 2 xícaras de grão de bico
- 1/2 limão espremido 
- 1 alho picado
- Noz moscada em pó 
- Sal rosa
- Pimenta em pó 
- Cebolinha picada
- Cebola picada 
- Azeite
- Farinha de arroz integral

Como fazer: Pra começar, deixe o grão de bico de molho em água por 8h, e depois disso descarte a água. Cozinhe. Uma vez cozido, bata-o no liquidificador ou processador até que ele adquira uma consistência mais uniforme, e só então adicione os demais ingredientes - com exceção da farinha. Separe tudo em uma vasilha e vá adicionando a farinha aos poucos, até dar liga. Pra fazer as bolinhas, coloque um pouco de azeite nas mãos e vá formando-as até se soltarem da mão, sem grudar. 
Por fim, coloquei numa forma untada (com azeite e farinha de arroz integral), e leve pro forno pré-aquecido até dourar, virando sempre que possível as bolinhas.

Yummi! Agora é só servir! Diquinha: não medi os temperos porque isso vai muito do gosto de cada um, mas vale lembrar que apostar em ingredientes naturais e em um sal de qualidade é super importante. 

Ah! E mais uma coisinha: na hora de consumir, vale combinar o falafel com uma pastinha de berinjela ou tahine, acrescentar na saladinha, preparar um veggie burguer... Enfim! São muitas possibilidades pra uma receitinha fácil dessa! 😉

E fiquem ligados: toda semana, uma receitinha nova por aqui - e veggie! 

Espero que gostem!

Até logo, pessoal! 💛



You May Also Like

0 Opiniões sobre