[turistando]: Manaus imperdível

by - sábado, agosto 05, 2017

O glamouroso Teatro Amazonas
Se você tá planejando uma viagem pro Amazonas e vai ficar pouco tempo em Manaus, não precisa se desesperar. Apesar de ser encantadora, a cidade tem poucos pontos turísticos e não é difícil conhecer um pouquinho dela em dois dias. No nosso caso, nem esse tempo tivemos: chegamos na quinta-feira, na hora do almoço, e no dia seguinte, por volta do mesmo horário, já estávamos partindo. Foram 24 horas pra desbravar uma das cidades mais irreverentes do nosso país.


E o que foi que a gente conheceu, afinal?

Bom, é como diz o ditado: saco vazio não para em pé. Mal deixamos as coisas no hotel e já corremos para almoçar, e qual não foi a nossa surpresa ao descobrir que na cidade as coisas fecham cedo no almoço. Sabe aquela história de almoço às 3 da tarde? Esquece: em Manaus, você tem que almoçar meio dia mesmo!

Por sorte, encontramos o Waku Sese aberto, espécie de restaurante/lanchonete que se espalha pela cidade. Ele já tava anotadinho como recomendação para um bom açaí, mas o que nos surpreendeu mesmo foi o prato que pedimos: um tambaqui grelhado delicioso, servido com arroz de jambu e tucupi, vinagrete e farofa de banana pacovã. DELIS! 

De lá, partimos para a Praia da Ponta Negra, onde admiramos um pôr-do-sol lindo! 


Já o dia seguinte começou cedo: fomos conhecer o Mercado Municipal de Manaus (Adolpho Lisboa), onde, reza a lenda, é vendida uma das melhores tapiocas de banana, queijo coalho e tucumã da cidade. Experimentamos e cá está o veredito: é deliciosa MESMO! Pra acompanhar, que tal um suco de fruta natural? São tantas opções! E a vontade de levar na mala todas as frutas e folhas que encontramos por lá?

Feito isso, fomos finalmente conhecer o adorável Teatro Amazonas, ou pelo menos só a sua fachada, já que o tempo era curto. Por perto, várias casinhas coloridas convidam a gente tirar fotos. Não dá pra resistir!

Feminismo em Manaus? Temos! ✊
E quando a gente piscou, já tava na hora de voltar pro hotel, arrumar as malas e partir pra Floresta. By the way, ficamos hospedados no hotel Go Inn Manaus, estrategicamente localizado próximo ao Teatro Amazonas. O hotel é simples e confortável, e tem academia.

Quem tiver mais tempo na cidade não pode deixar de conhecer também o MUSA - Museu da Amazônia, que conta com Jardim Botânico, laboratórios e exposições itinerantes. É uma boa oportunidade de ficar mais pertinho dessa fauna e flora tão ricas! E por falar nisso, vale lembrar: o porto de Manaus opera vários passeios pelo rio, inclusive em direção ao encontro das águas do Rio Negro com o Rio Solimões. #ficaadica

Até a próxima!


You May Also Like

0 Opiniões sobre