6 meses de Intercâmbio: uma mala sem neuras

by - terça-feira, janeiro 30, 2018

Você já tentou viajar apenas com aquilo que mais curte no seu armário? Pois então imagine ficar apenas com essas roupas pelos próximos 6 meses. Pois bem, foi esse desafio que eu me propus depois de descobrir que, com as mudanças tarifárias das companhias aéreas, eu só tinha direito a uma mala de 23kg

Para uma pessoa acostumada a viajar com um look por dia (no mínimo!) e 32kg, essa surpresa foi um tanto quanto desagradável, confesso. Tanto que não resisti e já garanti de cara outra franquia de bagagem, totalizando duas malas com 23kg cada. E ainda assim, não vou negar: foi megadifícil. Mas se tem uma coisa que eu levei de aprendizado dessa experiência é que a gente pode, sim, ser muito feliz com bem menos do que estamos acostumados. E que talvez, na verdade, só estejamos acumulando muita tralha "abandonável" no armário. 

Quer saber o que eu trouxe comigo para esses 6 meses, com direito a frio europeu? Então olha só!


Conhecendo o meu estilo

Acho essa coisa de "estilo pessoal" um barato, mas sempre achei que nunca ia conseguir descobrir o meu. Isso até abrir o meu armário, já aqui em Paris, e descobrir uma certa frequência de cores/estampas específicas: preto, branco, cinza, vermelho, listras, oncinha. Acho que com essas palavras consigo definir bem o meu mood por aqui. Com algumas extravagâncias a mais - um rosa pink ali, um burgundy lá, por exemplo - encontrei, no meu armário, o meu estilo.

A melhor parte disso? Bom, agora quando vou fazer compras já sei exatamente o que me agrada mais, com o que posso combinar... Conhecer seu estilo pode ser até mais econômico, viu? Evita que o impulso fale mais alto em uma promoção, por exemplo. Um bom exercício para descobri-lo é tentar montar uma mala apenas com as suas peças favoritas da vida, ou aquelas que você usa mais. E não tô falando daquela bota xodó que machuca seu pé ou então aquela bolsa de última moda que você mal usou, viu? É só aquilo que você usa muito MESMO!

Confie nas peças básicas

Calça jeans em pelo menos duas tonalidades diferentes (uma mais clara e uma mais escura), t-shirts em cores neutras, uma botinha lisa. São as peças básicas que, curiosamente, vão garantir a versatilidade dos seus looks: combinando e descombinando elas, sobretudo com acessórios e outras peças mais ousadas, você tem composições completamente diferentes. 

No meu caso, como sabia que ia enfrentar um friozinho nos meus primeiros meses aqui, já garanti roupas térmicas para usar "por baixo" de tudo, como uma blusa branca e uma preta, uma legging coringa... No Rio, comprei na Decathlon e valeu super a pena. Além disso, trouxe também algumas peças básicas para usar por cima, como blusas de golinha nas cores preta, branca e cinza.


Casacos = muito espaço

Minha maior preocupação na hora de arrumar uma mala de frio tão limitada foi o casaco. Afinal: eles ocupam espaço na mala e em geral são pesados, né? Por isso, tive a ousadia de vir pra Europa em pleno inverno com apenas dois: uma jaqueta de couro fake preta, super versátil, e um casaco de pelos fake branco, quentinho. E embora possa até parecer loucura essa escolha, eu não me arrependo: em geral, essas duas peças combinam super com as demais que eu trouxe e, para não ficar cansativo, tento sempre inovar com uma echarpe diferente, por exemplo. 

Além disso, dei a sorte de chegar a tempo das promoções de inverno por aqui e, bem, só posso dizer que desde que cheguei já garanti mais dois casacos. Tá vendo porque é melhor economizar espaço na mala? :P

Sapatos sapatos sapatos

Eu AMO sapatos. E foi um pouco desesperador pensar que eu não poderia trazer cinco pares de bota, como eu gostaria, para passar o inverno aqui comigo. Ao contrário disso, escolhi a racionalidade: os saltos ficaram no Brasil, afinal, pretendo caminhar muito por aqui; não trouxe nada para usar pela primeira vez, já que não é hora de se arrepender; e optei, novamente, por cores neutras, sobretudo o bom preto que vai com tudo. A botinha vermelha é pra dar uma quebrada em looks monocromáticos, e ela também entra na cartela de cores que eu descobri com o meu estilo 😏


O segredo dos acessórios 

Quer fazer diferença com pouca variedade de roupas? Aposte nos acessórios. Eles são leves, mal ocupam espaço na mala e fazem bonito em produções mais básicas. E isso vale tanto para o verão quanto para o inverno, viu? Echarpes, cachecóis e luvas complementam os looks frios, e óculos, chapéu e muitas bijuterias são a cara do verão. Na dúvida, leve um pouco de cada na mala. Garanto que não vai se arrepender 😏

Fácil fácil não foi, mas confesso que dá o maior orgulho abrir o armário e ver como eu pude ser tão econômica na mala. Sem falar que é um exercício diário de criatividade, né? Obrigar-se a montar produções diferentes com as mesmas peças...

E você, tem alguma dica infalível para quem tá arrumando a mala?

Quero saber!

Um beijo,


You May Also Like

0 Opiniões sobre