[turistando]: Mont-Saint-Michel

by - quinta-feira, fevereiro 15, 2018


Continuamos nossa viagem pelo norte da França com mais um ponto turístico super conhecido por aqui: o Mont-Saint-Michel. Mosteiro fortificado em uma ilhota, o lugar tem um quê de contos de fada, com toda a magia necessária pra parecer um sonho.

Mas não é: patrimônio mundial da UNESCO, o Monte tem uma história bonita de resistência - durante a Guerra dos 100 anos, por exemplo, os ingleses nunca conseguiram tomá-lo -, religião - acredita-se que a construção da abadia tenha começado em 708, em honra a São Miguel Arcanjo (Saint-Michel), e arquitetura - dá pra imaginar uma construção tão monumental em uma ilha?


Então, pode babar à vontade porque é compreensível. O ponto turístico mais famoso da Normandia não fica muito longe de Saint-Malo (cerca de 1h30min) e por isso o ideal é aproveitar, como fizemos, para conhecer os dois no mesmo fim de semana e só depois voltar pra Paris, por exemplo.

Até porque, o Mont-Saint-Michel não consome bastante tempo do seu dia: se perdendo pelas ruazinhas do monte, conhecendo a Abadia (10 euros a entrada) e fazendo uma pausa pro almoço, a visita leva em torno de 6 horas, dependendo do seu ritmo.


E você ainda pode aproveitar para experimentar os autênticos biscoitos da Mère Poulard, presente desde 1888 no Monte. Apesar da loja já ter várias filiais em Paris e por toda a França, nada como experimentar no lugar onde ela surgiu, né?

Aliás, o sucesso é tamanho que a marca já abriu até um restaurante (bem caro, por sinal) e um hotel por lá! Ah, e as latinhas dos biscoitos são lindas 😉

No mais, eu particularmente gostei bem mais de Saint-Malo (lugar que, com certeza, ainda vou voltar!), do que do Mont-Saint-Michel - fora o deslumbramento, não há tanta coisa assim a fazer por lá, e me incomodou um pouco a carência de comércio/restaurantes. Por mais que isso seja bom por um lado, já que conserva o estilo medieval do Monte e evita que ele perca o encantamento, a falta de opção faz com que os preços sejam um pouquinho abusivos.


Mas não pra dizer que ele não é lindo, lindo, não é? 😍

Com certeza é uma experiência que vou levar pra vida!

Um beijo e até o próximo post,

Juliana

You May Also Like

0 Opiniões sobre